A verdadeira história

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Isto nunca mais acaba


Bem, lembram-se da história do casal de namorados que andou a falar mal de mim pelas costas e da boca que a gaja, que titulei de B, deixou no meu facebook? É claro que se lembram, é o assunto mais falado para estes lados, mas a todo o caso se não se lembram esta foi a boca.

A rapariga, a parva, a estúpida, como lhe queiram chamar mandou uma mensagem a dizer, basicamente, que queria falar comigo que as coisas não podiam continuar assim. À qual eu respondi, decidida a dizer-lhe tudo na cara, mas acho que ela não entendeu muito bem a parte de que eu ontem não podia, nem que não estava em casa. Na verdade, estar em casa estava, mas menti-lhe, porque não me apetecia aturá-la. A gaja insistiu e voltou a insistir até que marcamos para amanhã a tal conversa. Esta manhã acordo e tinha um mensagem dela a perguntar se não podia ir ter com ela a um café. Quando acordei fui ver a hora da mensagem, e àquela hora já estava eu no meu quinto sono. Passei-me. Enviei-lhe uma mensagem a dizer-lhe tudo. Se eu disse quinhentas vezes que não podia, escusava de perguntar quinhentas vezes se eu podia.

P.S.: Já li os vossos cantinhos, apesar de não ter tempo para responder a todos, mas o que importa é que me actualizei. Peço desculpa de todas as vezes que não me é possível responder, pois, muitas vezes, o tempo é pouco para me dedicar àquilo que realmente gosto e me deixa feliz.

6 comentários:

  1. Ai mas essa miúda é uma grandessíssima cabra mesmo (desculpa o termo querida), mas que ignorante, tu explicas.lhe as coisas e ela ainda insiste -.- enfim. mas eu agora estou curiosa sobre o que ela quererá falar contigo com tanta urgência

    ResponderEliminar
  2. ui gente parva ! vais ver que tudo se resolve, calma...

    ResponderEliminar
  3. Sinceramente a gaja não se toca?? É preciso ter paciência para gente idiota --'
    Nem sei como te dás ao trabalho.

    ResponderEliminar

Ohh que fofinhos(:

Obrigado,
Beijinhos*