A verdadeira história

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Às vezes penso que a minha não dava um blog, mas sim um filme


No sábado passado eu e o M fomos trabalhar para tirar fotografias num bar. Aquilo acabou tarde e chegamos a casa por volta das 5h da manhã. Como o M tinha combinado ir jogar paintball com uns amigos às 8h da manhã decidiu, à última da hora, que ia estar muito cansado para ir. Então põe a sua cabeça brilhante a funcionar e inventa uma mentira daquelas. Mandou do meu telemóvel uma mensagem ao "amigo", a dizer que eu ia com ele para o hospital que apanhou os copos. Posso dizer-vos que isto supostamente se passou no Sábado, mas ainda hoje é tema de conversa. Para começar o rapaz liga-me as 8h da manhã, claro que não disse coisa com coisa, tinha-me deitado às 5h da manhã.

No entanto, o pior aconteceu quando o dito rapaz chega, no Domingo, ao café onde costumamos parar e conta a todos o que se tinha passado. Quer-se dizer era uma coisa grave, supostamente, que nem devia contar. Conclusão da história: o M é um bêbado e eu sou a estúpida que não sabe estar calada. E já me começa a irritar as pessoas a fazerem o papel de papá e mamã. E se fossem meter-se na vossa vida, não seria mais fácil?

E para finalizar, no dia 5 faço anos, mas eu e ele temos de ir trabalhar porque se não o fizermos é falta de profissionalismo. Ponto número 1: já avisei à um mês que nesse Sábado não ia trabalhar. Ponto número 2: eu posso faltar quando me apetecer e caso seja despedida esse é um problema meu. O melhor disto tudo é que sei com quem posso contar e com quem não posso.


Ups! Já me ia esquecendo. Comentei com a dona do café quem ia convidar para a minha festa de anos, incluindo ela, e bem já todos os convidados foram, de facto, convidados sem eu me ter dado ao trabalho de falar. Sem pedir autorização e sem eu lhe pedir nada. Se fiquei chateada? É claro a festa é minha e acho que devo ser eu a falar com as pessoas, digo eu.

8 comentários:

  1. assim é mau :X
    fazes anos no mesmo dia que a minha mãe! e eu faço a 7 :D
    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Se o povinho se metesse na própria vida estas cenas eram desnecessárias... ENFIM!
    Gente sem vida própria querida....!

    ResponderEliminar
  3. que drama, alguém não lhe disse que não devia espalhar esse tipo de coisas?

    ResponderEliminar
  4. As pessoas metem-se sempre onde não devam --'

    (muito provavelmente não vou puder vir à net no teu aniversário, por isso fica já aqui o meu beijinho de parabéns - faz de conta que só vês isto dia 5 :P)

    ResponderEliminar
  5. pois, quanto aquilo dos teu anos mais vale é não te preocupares, certifica-te que as pessoas de quem mesmo gostas vão, o resto se aparecer apareceu!

    ResponderEliminar
  6. Bem, isso é que vai aí um problema. Que pessoas :S

    ResponderEliminar

Ohh que fofinhos(:

Obrigado,
Beijinhos*